quinta-feira, 5 de março de 2015


 

 
 
 
 
 
QUEM  É?

                          Murilo Moreira Veras

                               -  Homenagem ao Dia Internacional da Mulher -

Quem  é esse ser,

ser do  ente e ente do ser  

que nos anima tanto a vida?

Não será um porto

onde todos aportam com seus navios

                        de aventuras.

Tampouco um abrigo com seu conforto

                         tão masculino.

Um caminho também não é:

tem o desconforto dos desvios.

Será o céu que nos conforta?

Mas ele parece tão infinito.

Sei que não é o laço,

o laço sempre nos prende,

enquanto amor indócil e enganador.

Talvez um muro, o oceano, o trabalho,

o ano corrente, um caudaloso rio,

o jornal da manhã, um longo dia

– mas são como ritos de passagem

nos observando curiosamente.

Quem é, pois, este ser

que nos vigia e nos faz sonhar?

Dir-vos-ei:

É um ser diferente que vive e fala como a flor,

se eleva à altura das estrelas,

trêmula de voz,

tem o olhar febril das aves voadeiras,

seu caminhar o de um ser viandante.

Flor, estrela, luz, saudade de esperança,

esperança de saudade,

perfil de pérola em letra esmeraldina,

paixão que nos ama e inflama:

avó, mãe, esposa, filha, irmã, sogra, namorada

– esse maravilhoso, surpreendente ser  vivente

Chama-se MULHER.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário